Proposta ao CCBM

O Projeto Transeuntis Mundi

Vídeo de apresentação:

Som e imagem em 3D, que demonstra a tecnologia usada no projeto. Para ser escutado com fones de ouvido e no navegador Chrome. Clique no video e gire para ver os apresentadores. São Paulo, 10 de Janeiro de 2019. Mercado Municipal.

Equipe

Participação especial em Moçambique:

PERFORMER CONVIDADO – ONDJAKI (Luanda, Angola)

Ondjaki, nasceu em Luanda em 1977. É licenciado em Sociologia pelo ISCTE (Portugal) e doutorado em Estudos Africanos (L’Orientale, Napoli/Itália). Prosador e poeta, também escreve para cinema. É membro da União dos Escritores Angolanos. Recebeu os prémios Sagrada Esperança (Angola, 2004); Conto – A.P.E. (Portugal, 2007); Grinzane para “jovem autor africano” (Itália/Etiópia, 2008); FNLIJ (Brasil, 2010); JABUTI juvenil (Brasil, 2010). As suas obras foram traduzidas para diversas línguas, entre elas francês, inglês, alemão, italiano, espanhol e chinês. Como por exemplo “a bicicleta que tinha bigodes”. Em 2000, o grande poeta conquistou a segunda posição no concurso literário angolano António Jacinto, e lançou seu primeiro volume poético, Actu Sanguíneu. Ele integra antologias de cunho internacional, publicadas no Brasil, Uruguai e em Portugal. Foi laureado pelo Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco em 2007, pelo seu livro Os da Minha Rua. Recebeu, na Etiópia, o prémio Grinzane por melhor escritor africano de 2008. Em Outubro de 2010 ganhou, no Brasil, o Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria Juvenil, com o romance Avó Dezanove e o Segredo do Soviético. Em 2013, recebeu o Prémio Literário José Saramago por seu romance Os Transparentes. Escreve crônicas para jornais (Angola, Portugal) e, ocasionalmente, é professor de escrita criativa [www.kazukuta.com/ondjaki].

 

 

Material relativo ao evento ou mostra anterior:

www.transeuntismedellin.com

 

DATA PRETENDIDA: Outubro a Dezembro/2019, ou a combinar.

ESPAÇO PRETENDIDO – Galeria Djanira, ou a combinar.

 

 

Condições técnicas requeridas para a realização da atividade:

Sala de exposições ou área aberta, sem luz externa, adequada a projeções. Idealmente, sala em formato de globo. Necessário energia elétrica e ambiente escuro.

 

Documentos Relacionados

Projeto tramitando para aprovação na Lei Rouanet

Artigo publicado sobre o projeto

Parcerias

Apresentações anteriores – Transeuntis Mundi em Medellín, Colômbia

Contato

Orçamento